Vereador pede inclusão da Câmara nos trabalhos da Interlegis

Data: 07/05/2018

Vereador pede inclusão da Câmara nos trabalhos da Interlegis

Indicação de autoria do vereador Adriano Coelho (PP) tem por objetivo o pedido do credenciamento da Câmara de Vereadores de Ituporanga nos trabalhos oferecidos pelo Senado Federal através do Interlegis, que estará na região no segundo semestre.

O Interlegis é um programa do Estado Brasileiro, financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e administrado pelo Senado Federal do Brasil. Tem por missão integrar e modernizar o Poder Legislativo Brasileiro, nos níveis Municipal, Estadual e Federal. Na prática o programa busca melhorar a comunicação e o fluxo de informação entre os legisladores, aumentar a eficiência e a competência das Casas Legislativas e promover a participação cidadã nos processos legislativos. Ele atua com base em quatro pilares: capacitação, comunicação, informação e tecnologia.

O programa foi responsável por uma das maiores inclusões digitais, no início do século XXI, distribuindo equipamentos e conectando na Internet 3398 municípios brasileiros, através das Câmaras Municipais e Assembleias Legislativas, criando assim a Rede Nacional Interlegis. Hoje o programa integra na hospedagem dos produtos e serviços fornecidos de forma gratuita às Casas Legislativas Brasileiras.

O vereador Adriano Coelho (PP) apresentou indicação, na sessão da última quarta-feira (02, solicitando que o Presidente da Casa Jaime Roberto Sens (PSDB) envie à União de Câmaras de Vereadores do Alto Vale do Itajaí (UCAVI) a solicitação de incluir a Câmara de Ituporanga nos trabalhos e produtos gratuitos oferecidos pelo Senado Federal através da Interlegis, que atuará no Alto vale no próximo semestre.

Coelho salientou a importância do programa e que muitos desconheciam. “Visitei a Interlegis em Brasília, é uma sessão do Senado Federal que presta serviço a câmaras municipais, câmaras de pequeno porte que não tem recurso, eles chegam a instalar todo o sistema de computação. Acho importante a sugestão para que a UCAVI faça essa inclusão e saliento ainda a vontade de que Ituporanga seja o pioneiro aqui na região nesse programa”, explicou. Adriano explicou ainda que são disponibilizados de 20 a 30 advogados do Senado Federal que avaliam desde o regimento interno até as leis municipais. “Eles pegam todas as leis do município em uma semana, montam um laboratório repassam todas as leis verificando aquelas antigas que talvez sejam inconstitucionais, leis que se repetem. Imprimem o regimento todo com a gráfica do Senado. E outro setor que não é só interessante apenas para Ituporanga, mas para o Alto Vale, é implantação do sistema de gerenciamento, portal da transparência, solicitação de indicação, hoje nós pagamos próximo a R$ 1 mil, Rio do Sul me passou que pagam R$ 2 mil, somando os valores gastos na região pelas câmaras ultrapassa os R$ 300 mil. O Senado dispõe do mesmo produto de forma gratuita, basta treinar alguém para coordenar esse trabalho. Isso são só três exemplos de produtos que o senado oferece de forma gratuita e que a gente não sabia”, explicou.

O vereador Adriano Coelho (PP) em visita a Brasília conseguiu agendar uma audiência com o Coordenador Geral do programa e confirmou a vinda de toda a estrutura para a região do Alto Vale no próximo semestre.

Assessoria de Comunicação

Erlon Carlos